domingo, fevereiro 18, 2007

O cheiro dos morangos.


"O que e um ser humano, Georg? Quanto vale um ser humano? Somos apenas poeira que se espalha em remoinho pelos quatro ventos?" Jostein Gaarder
Ha perguntas tao simples que so se fazem a pessoas simples... As gotas de orvalho podem ser pequenas mas elas podem sarar as feridas de um coraçao demasiado sonhador. A poeira da Vida e fermento para a emoçao. So quem ama pode ver a profundidade das coisas, a vida nas coisas...
Violeta sabia sempre a quem perguntar as coisas, tinha o dom da Vida. Um dia, o sentimento sera aceite em toda a parte. A linguagem da existencia, do Ser e o Sentimento. So o Sentimento sabe dar resposta as perguntas mais simples. Ha perguntas que so se fazem a pessoas impares.
Imagino-me uma Violeta, com um cesto de morangos e a pergunta e "O que farei eu com um cesto de morangos?"

12 Comments:

Blogger João Cordeiro said...

Obrigado pelo beijo e pela visita

9:17 da tarde  
Blogger Andreia do Flautim said...

Eu com uma cesta de morangos, comia-os todos! Gosto tanto!=)

Beijinho!

9:35 da tarde  
Blogger =^.^= Tarina =^.^= said...

Juntava chantilly e devorava-os todinhos... sentada com pernas á chinês num alpendre com vista para o mar...
Ah... seria optimo!

1 beijo =^.^= tarina

9:41 da tarde  
Blogger Anita said...

Olá minha linda. Hum... morangos, adoro, não só visualmente como de comê-los, e em sobremesas são óptimos. Mas realmente o que faria uma violeta com uma cesta de morangos? Penso que o perfume da violeta e o aroma dos morangos é uma conjugação perfeita. Adorei o aroma. Continua minha linda.
Uma linda noite perfumada e sonhadora, e um óptimo começo de semana,
beijinhos fofos
Anita (amor fraternaL)

10:24 da tarde  
Blogger Eritia said...

Muito obrigada pela tua visita o
jardin de las hesperides.

Beijinhos sonhadores.

PD: Volveré a leer con calma y decir...Adoro Portugal (aunque nunca he pisado sus calles ni he reflejado su luz) y la poesía de Eugénio de Andrade...

10:35 da tarde  
Blogger Felipe Fanuel said...

Sei não, mas sempre que venho aqui tenho um impacto sinestésico... Hoje deparo-me com o cheiro de minha fruta favorita.

Com esta epígrafe do Gaarder, já terias uma postagem, mas preferiste brindar-nos com um texto que, apesar de prosaico, é um verdadeiro poema paragrafado.

Eu concordo "há perguntas que só se fazem a pessoas impares". Coincidência. Hoje eu andava perguntando para que diabos o ser humano fora criado. (rsrs)

Sinceramente, não sei o que fazer com uma cesta de morangos a não ser deliciá-los.

Bjos.

P.S.: Incluirei teu blog na lista de links do meu blog.

11:00 da tarde  
Blogger serenidade said...

Com um cesto de morangos, sendo uma violeta??? Dedicava-se a a preciar a mescla de cores desta fusão...

Beijos de luz serena

12:45 da manhã  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Tem razão as palavras que aqui li. Por vezes coisas tão simples podem ser o alento... o remédio.
Parabéns pelas palavras bem escolhidas.
Saboreia...aceita da vida o que ela te dá e aproveita.
Deixo-te pérolas incandescentes de muita luz.
Eärwen
18.02.07

3:11 da manhã  
Blogger sa.ra said...

lindo...
senti tudo!

beijos
dia mt feliz!

1:36 da tarde  
Blogger Pedro Branco said...

Talvez pudesses dar-me a cheirar o cesto. E depois a provar um morango. Um beijo.

4:57 da tarde  
Blogger bono_poetry said...

se fosse violeta....com uma cesta de morangos?...
ja tentaste sentir o perfume de ambas...uma fusao de cheiros....
de aromas...fragrancias...
talvez fosse tremendamente agradavel...talvez nao fossem compativeis....mas com champagne de certeza sao deliciosos...um beijo

7:10 da tarde  
Blogger o alquimista said...

Eu imagino-te um anjo a pairar sober uma lagoa...

Os sonhos têm mil cores, o sentir mil emoções, os teus a divina prova que tens mil corações...

Pleno e colorido carnaval


Mágico beijo

9:05 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home