terça-feira, setembro 02, 2008

ESCUDEIRO DOS CISNES

"Não é o amor o leme que dá rumo aos desejos? ... Voz envenenada... O teu pecado foi ser Homem." in O coleccionador de Sons, História de uma maldição, Fernando Trías de Bes

Aos Sons da Alma,

Não era para ser assim. Anjo Eleito para sofrer, resigna-te aos desígnios do bem-querer. Inolvidáveis momentos dissecados pelo Som do Vento espalham os teus tormentos. - Diz-me, Anjo: "Quem te fez sofrer?" Despes o Sol, adornas a Lua... Fazes a Noite sorrir e o Dia um grito soltar e tudo porque um dia acreditaste ser possível esse eterno dom partilhar. Porque albergas em ti esse dom, suave toque da Alma, que tudo te impele a Amar? Ah! Não te demores, diz-me porque motivo não foste feito, Anjo Sublime, para pecar? Dissolvem-se as ilusões, quebram-se os cimentos superficiais dos Sentidos e tu, Anjo de Luz, companheiro das flores, dono das cores... insistes em Cavaleiro Ser, pintas os Sonhos dos que amas, dos que te fazem sofrer e dos que vês cada dia partir... Mergulhas a dor do mundo no mais profundo da tua Alma e insistes em mostrar a adaga do Sentir que faz de ti um Escudeiro dos Cisnes, aspirante de Cavaleiro...

És um deus menor... Cirurgião da dor, mágico dos Sentidos... Druida que espalha os Sons da Terra, no piano dos que desejam Sentir a Vida,

vertes no cálice da amargura pingos de mel, Sons que enfeitiçam e fazem Amar... És um Alquimista que transforma as pautas em chaves de um paraíso onde só tu, Anjo podes os Segredos dos que sofrem guardar... Como um maestro dos Cisnes, Criatura Singular...

1 Comments:

Blogger quanto pesa o vento? said...

a tua escrita são:

"Sons que enfeitiçam e fazem Amar... "

lindo, lindo, lindo!

2:06 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home