quinta-feira, julho 31, 2008

VOZ DOS ANJOS

Aos Anjos negros que me dizem Sonhos e ajudam a subir,
Trajo de negro o Sentir. Acorrento o pensamento às paredes, amontoadas de pedras frias que me prendem à Terra, frio húmus, onde desnudo os meus pés, símbolo do meu caminhar. São calos de caminhante sem bússola nem apeadeiro que faz do sofrimento um pulo de gigante nesta escada que insisto subir. Sete passos sentidos, sete quedas sem par! Quem ordenou que seguisse os murmúrios sequiosos desta água cujo caudal teima em ao mar chegar? São Sentimentos da Alma presos no corpo... Hoje, quero a Lua só para mim, quero dormir no colo do nevoeiro... Abraçar as brumas do Sentir! Levanto o rosto para o Céu e deixo o choro nascer em mim. Que importa se a Lua é de todos, não poderás tu, Lua, fingir uma vez para mim? Quadro de Sentidos cinzentos onde o escuro invade o mais ínfimo Sentir... Pão ázimo que a Vida oferece. -" Aceita-a porque tem de Ser assim... Quem para sofrer nasceu, no sofrimento cresceu e abraçada ao Sofrimento morreu. Solta um fio de ilusão desse sofrer que te prende os pulsos à Vida e deixa que o sangue circule nas artérias do teu viver, mesmo que o teu fado te diga que a tua sorte é sofrer, sofre mas sem ninguém saber pois só assim a tua Alma poderá crescer e quem sabe dar Vida ao que o corpo esteve impedido de fazer..." - Dizia uma voz abençoada no Céu, que mais ninguém ouve senão eu. Há Vozes que ninguém ouve, senão eu... É a voz dos Anjos negros impedidos de subir ao Céu... Sabes porque deixam que alguém os ouçam? Porque precisam de cumprir a missão na Terra, ajudando quem com o Sofrer, nasceu, nele cresceu e insiste em levá-lo, um dia, nesta escada da Vida, abandonando-o às portas do Céu.

3 Comments:

Blogger brisa de palavras said...

Obrigada pela tua visita ao meu espaço...e gostei muito...volatrei certamente...
um abraço
brisa de palavras

12:17 da manhã  
Blogger A Flôr said...

Este espaço continua aprazível, como sempre!

Já tinha saudades de aqui passar e de te "sentir"... :) Espero que estejas bem....

Não podia deixar de te vir dizer.... OBRIGADO pelo carinho e presença lá no meu "jardim" ao longo destes dois anos... foram boas as nossas partilhas... gosto do teu coração... :D

Que Deus te proteja e guarde.

Flor deixa ficar mil pétalas de flores

2:42 da tarde  
Blogger Dias said...

"caminhante sem bússola nem apeadeiro que faz do sofrimento um pulo de gigante"

"Que importa se a Lua é de todos, não poderás tu, Lua, fingir uma vez para mim?"

"... Pão ázimo que a Vida oferece."

"sofre mas sem ninguém saber pois só assim a tua Alma poderá crescer e quem sabe dar Vida ao que o corpo esteve impedido de fazer..."

Beijo negro

11:42 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home