terça-feira, maio 27, 2008

DADIVA SEM ESPINHOS

"Na manha infinita as nuvens surgiram como a loucura numa alma e o Vento como o instinto desceu..." Vinicius de Moraes in A musica das almas
As Rosas, transformadas em arco-iris...
Lembro-me de em menina sonhar com o Sol e a Lua. Hoje, vi tatuado um Sol em mim. Fecho os olhos e vislumbro o Sonho, sonhado por ti. Deixo falar o Coraçao, e imenso o seu falar. Coraçao que no tempo andavas apagado, conheceste hoje o lugar onde podes repousar... Subiste o ultimo degrau da escada, sentimento de Ceu, ascese no teu Ser! Nada mais te encanta senao a Sintonia das Almas Perfeitas... Hoje, ja nao sou menina... Mora em mim o desejo, ganha asas com o teu olhar, Sublime janela a da tua Alma... Quanta Luz emana de ti! Sento-me na esteira dos Sentidos,
aguardo o teu chegar... Cobre-me um lençol, veu da seduçao... Desprende-se uma fita vermelha, tao quente como uma rosa de petalas aveludadas... Todas as tabuas deste chao, nada me dizem... Emudecem com o Sentir. Sinto a nudez da pele, que me invade o Sentir. Sao rasgos, rasgos no peito, fendas que querem abrir e soltar gritos, hinos de prazer! De pes descalços estou, caminho perdida nas ruas da Vida... Sou espirito que vagueia pela imensa floresta do Sentir... Nao quero despertar, neste Sonho, Dadiva que nao mereço, quero morar... Deixa, deixa Sorrir a menina que mora no corpo de mulher! Deixa Sentir a Alma dançar como um baloiço junto do corpo...
Solto o duende em mim... Abro os braços na direcçao das estrelas porque so assim poderei transmitir palavras apaixonadas. Ordeno ao meu Ser que se erga pois o Ser interior nunca se curva, jamais adoece, nunca finda... De cabelos soltos, ao Vento, vou desbravando planicies ocultas, encontrando-me com olhares esquecidos que percorrem os mesmos caminhos que eu...

5 Comments:

Blogger Ana Caridade said...

Irmã,
estou rendida às tuas palavras... ao teu Ser poeta, à Alma do sentir...
juntas nesta Caminhada, despertar o duende de dentro de nós!!!
Beijocas

7:05 da manhã  
Blogger Maria Clarinda said...

Maravilha...passei momentos maravilhosos lendo estes três ultimos textos que escreveste!!!!
Palavras não tenho, vou com o coração cheio..obrigada por eles. Jinhos mil

12:38 da manhã  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Belo texto!

Pérolas incandescentes de inspiração.

Eärwen

3:08 da manhã  
Blogger Teresa Calcao said...

Nao consegui aceder ao teu endereco electronico,por isso transcrevo o email que preparei para ti.....depois de leres por favor apaga tudo ou so a minha direccao....obrigada!

Minha querida,
Ja algum dia te disseram que es muito especial?A magia das tuas palavras cativou-me desde o primeiro dia que te li,e sempre que te visito consegues mexer com os meus sentimentos como so algumas pessoas que muito amo conseguem.Nao tenho o dom da palavra,nao sei escrever com a sensibilidade como tu sabes fazer,mas quero que saibas que nao importa o que o futuro possa trazer, para sempre ficaras no meu coracao.
Presentemente estou nos Estados Unidos,e permanecerei aqui ate ao inicio do proximo ano,se quiseres enviar o livro a cobranca ficarei eternamente grata.
Um beijinho muito doce
Teresinha


Teresa M. Calcao
17-2 Augusta Court
Freehold,NJ 07728
U.S.

1:44 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

"Irmã,"
"juntas nesta Caminhada..."
..."o duende..."

????????????

Não me parece.
SANDRA FERREIRA

5:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home