segunda-feira, abril 28, 2008

BATALHA SEM DONO

"No meu leito nas noites busquei o que amou a minha alma busquei-o e nao o achei. Levantar-me-ei agora e vaguearei pela cidade, pelas praças, lugares amplos hei-de buscar o que amou a minha alma, busquei-o e nao o achei." in Cantico dos Canticos de Salomao

Quem Sou? Quantos ha em mim? Perguntas sem resposta. Porque nada nem ninguem podera alguma vez preencher-se com respostas... Nas maos do Vento me deito e com ele me levanto. Com o raiar do Sol me aqueço e com ele rasgo esta dor que trago no peito. Quem me fez mulher? Porque batalham Dias e Noites, olhos que me perdem e prendem? Desejos de Sonhos, ausencia de palavras, vazios sentidos, abro o peito e nele me deito, nele espreito o que sinto repousar... Ansia de Ser, caminhos que se percorrem de Sentir... Nada me preenche, nada a nao Ser o Amor. Es Tu, força magnetica que me seduz... Es Tu, esse pedaço de luz... Das flores brancas, as mais pequenas a maior força que o mundo tem, abrigo sem dono, casa vazia onde mora ninguem... Ah se um Anjo me devolvesse ao ceu nas asas de uma Gaivota visitaria cada Noite, no teu Coraçao, demorar-me-ia devagar no teu Ser, acrescentar-lhe-ia Sentir porque a Vida e bela quando te vejo Sorrir... Olhar que me prende, nesta teia da Vida, espiral que nao me deixa seguir... Guarda-me pequeno Corvo no amago do teu Ser, mostra-me o que a Vida tem para me oferecer, leva para longe os pesadelos que me fazem sofrer... Pinta com flores brancas o meu Sentir, Anjo perfeito, Mestre, Guardiao... Saltimbanco, louco, poeta ou enamorado de Nadas, os mesmos que a chuva toca e faz Sentir... Gela-me o rosto, aquece-me o Coraçao... Vem, ambos faremos o que nunca todos os Humanos juntos jamais farao... A nossa, a mais perfeita Uniao, lei do Amor, sem escrivao. Batalha sem dono, guardador da Paixao...

1 Comments:

Blogger  said...

numa dualidadee, surgem caminhos que nos são conduzidos pelo sentir, pelo amor e pela luz, marcas que deixamos na terra que pisamos, sou um eu? serei eu.

beijos

8:08 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home