quinta-feira, julho 24, 2008

TERRA SEM DONO

A memoria de Germaine Eggenberger
Ha janelas perdidas num bosque que poucos acedem. Nao sao precisas escadas para la chegar, apenas Amor. E um sitio encantado, no meio do nada, onde os Sentidos dao Vida as Almas que vao passando e com os olhos do Coraçao se deleitando com a simplicidade do que a Vida oferece... E um Jardim de encantos, Terra sem Dono, pedaço de Sentires, palmo de Lua que protege e abençoa os Coraçoes que nestes trilhos do Deserto deixam pegadas, tatuagens e sementes capazes de dar Sabor a terra seca e arida... Almas encantadas sao oasis nos Desertos da Vida...
Saibas que a mais pequena construçao, cabana feita de tabuas podres e janelas aproveitadas de outros edificios pode esconder mundos inventados onde o mel selvagem brota como rio em busca do mar... Entra, entrega os teus Sentidos e veras que o mundo visto de dentro e um manto de cores, harmonia de sabores, janela aberta para o ceu... Onde o Violino muda de cor, onde a bailarina levanta as saias como passaro em busca de Sonhos, onde a paisagem e verde como a esperança depositada nos coraçoes dos que acreditam na beleza interior de velhas carcaças abandonadas...
Beleza impar... Homem e Mulher, Almas cruzadas pela entrada no Jardim de encantos, abençoados pela luz da Lua, destinos enamorados pela nudez da natureza, pela pureza e transparencia dos Sentidos... Jardim onde os Corvos, Mochos, Aguias ou simples Pardais param para que tu, Mulher possas dançar... Jardim sem Serpentes onde te e permitido o regresso ao genesis, onde o pecado ensina a viver, aprofunda as magoas dos Sentidos, nodoas do querer... Onde as Almas se desnudam como presentes embrulhados em sepalas de sentidos e os pes descalços comungam a mesma vontade de esvoaçar como penas de passaro soltas num encanto, o de Amar. Saibas que ha mundos inventados onde os fetos escrevem Sonhos partilhados, basta que acredites nos Sentidos e sintas a Vida como uma missao, senha que te faz regressar ao Eden da Existencia...

6 Comments:

Blogger Felipe Fanuel said...

Sandra,

Agora é manhã aqui no quente inverno do Rio de Janeiro. Pouca inspiração haveria de vir diante de prédios e asfaltos que me cercam no subúrbio onde moro. Mas quando leio suas letras sagradas, digitadas virtualmente, vejo que o artifício, por mais banal que pareça ser, pode se tornar uma ponte para o universo de sensações que mora em nós.

Apesar da baixa umidade do ar e da poluição características dos desertos urbanos, encontro oásis em espaços como o seu.

Voltei hoje ao Jardim de Delícias que mora dentro de mim, mas que já está despedaçado. Afinal, a vida não passa de um vaso de barro, quebrado quando nascemos. Passamos a vida tentando catar estes cacos. Hoje catei um aqui.

Beijo para ti!

3:07 da tarde  
Blogger Pedro Branco said...

Gosto sempre deste sabor doce e forte da construção.

Beijo e obrigado pela visita!

10:40 da manhã  
Blogger Ana Caridade said...

É muito bom voltar a "ler-te"!!
A Beleza da tua escrita dá um grande colorido ao momento em que paro e entro aqui, neste espaço que tão bem conheço!
Que a Luz continue a invadir a tua Alma e que os teus leitores, eu incluida, tenham deste MOMENTOS em que o Belo é REI na sua grande simplicidade de SER!

1:38 da tarde  
Blogger JPAnunciação said...

Sandra,

agradeço-te o convite a ler esta tua "Terra Sem Dono".
Fico sempre mais tempo quando te leio e oiço esta tua forma mistica de nos transmitires o teu sentir, descodificando o teu sentido de existência.
"Almas encantadas são oasis nos Desertos da Vida", modo sublime de definir os momentos em que nos saciámos da sede com que atravessamos o nosso "deserto".
Esta já não é a primeira vez que me apetece deixar-te um frase de um poeta nosso que recordo sempre quando te leio: " Ler é sonhar pela mão de outrém."
E aqui eu sonho quando te leio.

Um beijinho,
João Paulo

12:28 da manhã  
Blogger Saphir Cristal said...

boa noite sandra

só podem ser muito especiais estes caminhos que nos percorremos sem saber quem vamos encontrar..
Amanha vou ler com mais calma todos os teus textos e bonitas imagens! * beijinho saphir cristal

9:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

..."neste espaço que tão bem conheço!"

Mais uma vez o engano. A pontuação utilizada revela o carácter da pessoa que a usa,

SANDRA FERREIRA

5:20 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home