quarta-feira, junho 26, 2013

Se uma palavra existe, que nos albergue.


Um mundo que se coloca aos meus pés.

E só imagino esse pomar.

Os teus olhos são o pomar da Alma que espero

para guardar todos os infinitos

que trago acumulados no peito.

Podemos dividir o mundo em páginas,

fazer esvoaçá-las, uma a uma,

pela terra fria e inerte.

E serão, apenas, livros – para alguns;

para ti e para mim serão páginas escritas

com tatuagens do interior.

E tudo porque os teus olhos são o pomar da Alma que espero.

“Se uma palavra existe, que nos albergue.” de Sandra Maria Ferreira

2 Comments:

Blogger Wanderley Elian Lima said...

Olá Sandra
Uma bela declaração de amor em forma de poema.
Bjux

11:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Grata, Wanderley.
Beijinho.
Sandra Maria Ferreira

4:57 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home