quinta-feira, agosto 16, 2007

Passaros e virgulas,

No Ceu, uma ave
as asas de fina cambraia
cansadas de tanto lugar visitar
repousam a Noite, neste encanto de lugar...
No bico, dourado fio do Sentir,
repousa uma Gota dos mares percorridos
durante o dia...
Cada pena macia e delicada
do teu Ser
irradia energia da luz...
Es Passaro celestial
Olhos que guiam os Sonhos.
Cada vez que na minha rua
te demoras
ouço estrelas que falam,
nuvens que dançam,
lua que me encanta...
A Melodia do teu Sabor
e o orvalho do meu Ser.
Com a fina e mansa cambraia
vestes a Noite com um veu
escuro,
profundo,
soltas a magia no ar
e das a Lua
essa forma sublime de virgula
que nas maos do poeta
vem dançar uma valsa
lenta
sublime
ao Luar
e
a Solidao partilhar,...
Um Passaro e uma virgula no ceu, na vasta e imensa regiao do Amor, onda mansa no oceano da emoçao. Uma virgula e um gesto de diferença no Oceano da Paixao. Virgulas sao gritos de Amor, sao beijos ritmados do poeta no papel. O verdadeiro poeta e aquele que nao permite que ninguem mude uma virgula nos seus sonhos... E tu, Passaro com asas de delicada cambraia es a virgula que apazigua a minha dor, me fazes levantar os braços e cantar aos Anjos o Amor...
Passaros, virgulas, Amor? Diz-me porque carregas na Alma essa Citara que te faz diferente?

2 Comments:

Blogger bono_poetry said...

OLA DE NOVO AMIGA PAPOILA...
ups...baixinho ...baixinho como alguns voos dos passaros errantes...nao daqueles de cabeleira longa...ou de chapeu de coco...mas sim os outros de quem falas...se fosse anjo teria as asas encardidas de tanto po de lapiz...sair para a rua como um poeta...lapiz...caneta...papel...e um olhar muito atento...mt amor...gostei amiga mais uma vez...

8:35 da tarde  
Blogger bono_poetry said...

i said i like it?eu adorei desculpa...

8:36 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home