segunda-feira, agosto 06, 2007

Estrada da Vida.

Ha no meio do nada um sorriso
tao quente como o Sol
tao meigo
tao puro
energia que contagia o olhar...
Saudade que brota desse nada
fugidio instante quando foge o luar...
Amor,
tens visto essa força
esse natural sentir
que nasce da solidao
caminha nas veredas do silencio?
Que muda muitas vezes de cor
passa da esmeralda
a safira
rubi
diamante nas maos de quem o procura?
Gestos de ternura
invasao do Ser...
Ter-te-as cruzado com ele
nessas linhas de magia que cosem o teu Sentir?
Eu vejo aves que se amam
no meio do nada
nas pedras negras
junto a praia...
Vejo o Amor nas maos dos outros
nos bicos sedentos de Sentir
Vejo betulas verdejantes
Petunias que exalam um aroma
prendendo os passaros nas suas cores...
Vejo Lilases,
Vejo Tulipas,
Vejo Rosas
escarlates, brancas, douradas...
Tu estrada da Vida,
trilhos,
veredas,
ruas,
vielas,
Quando fazes o Amor aparecer para mim?
Diz-lhe Vento que pairas sobre mim
que eu
cansada
doem-me os pes de tanto o procurar,
Porque nao me encontra ele a mim?

1 Comments:

Blogger Arcanjo said...

Encontra sim.
Quando menos esperares ali está ele ao teu encontro.
Afianço-te que ele caminha na tua direcção.
Nós seres humanos é que queremos tudo muito rapidamente mas para algo ser perfeito por vezes é preciso ser paciente.

Depois mo dirás ;-)

Beijos doces minha linda***

1:51 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home