quinta-feira, setembro 18, 2008

CORVO DAS ILUSOES

Ao Corvo que vive em cada Sonhador…

Companheiro que repousas no ramo da Árvore dos Sentidos o teu coração de pássaro apaixonado delicia-se com os gemidos das folhas ao Vento. São notas que se soltam, ecos do violino que chora quando os dias se tornam grandes e eterna é a saudade que mora no peito da Alma enamorada. E não pára de chorar o violino, espalhando as notas pelo ar. Só tu, pequeno Anjo insistes em me acompanhar. Juntos soltamos notas do que nos invade o Ser e nas mãos do Vento entregamos o nosso Sentir. Quem levou de nós a ilusão? Quem tornou cativa esta paixão? Na Terra um Deus uma missão nos deu, cada Ser carrega em si o peso do Amor, de uma música eterna e única. Deus o mar a Poséidon entregou, a Zeus ofertou o céu, a Hades o mundo subterrâneo confiou… Mas, para ti, Simples poeta, Músico de Sentidos a melodia do Amor teceu. Que a saibas encontrar, do Tártaro e Érebo fugir e nos Campos Elísios possas a melodia do Amor nas mãos de um Anjo entregar e aí o teu Ser repousar…

Quando encontrares o Amor convida-o a habitar o teu Coração. Só ele será capaz de te fazer caminhar entre as trevas, desejar caminhos inóspitos… Só ele te fará retirar as adagas de dor que a Vida te cravou no peito, transformando as lâminas em flores, os Sentimentos em cores… Fazendo do Vento a melodia da magia e de ti um Corvo das ilusões, ao serviço das emoções. Um eterno Peregrino vestido de negro Sentir que desde tempos remotos desejou bater as asas e a casa chegar, cumprindo os desígnios que a Alma aprisionou no corpo de uma melodia perdida…

7 Comments:

Blogger Pedro Branco said...

Leve no alto de cada olhar se encontra talvez o sentido das interrogações. São as notas daquela canção com quem nos entretínhamos praia fora... São as memórias carregadas do tempo... dos sonhos... da incrível inquietação que nos assalta a todo o momento. Leve no alto de cada olhar se aconchega o meu calor. Entre os aromas da tua pele. O fogo do desejo. Ardente fogueira que na corrente dos dias nos reflecte a corrente de nós... invisível... dolor.

(divagação possível por entre mais uma história fantástica)

1:05 da manhã  
Blogger Felipe Fanuel said...

O corvo que vive em cada ser humano possibilita o sonho, porque reina à noite, enquanto nossas defesas estão hibernando.

Com certeza, a vida é muito mais onírica do que a gente pensa. E isso não serve só para a hora em que a cabeça é posta no travesseiro!

Bjs pra ti!

3:35 da manhã  
Blogger Anita said...

Passando por aqui para deixar registrado o grande carinho que tenho por ti!
Beijos com sabor a algodão doce.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

6:21 da tarde  
Blogger Walter said...

não conhecia este espaço, mas parto com a certeza de que voltarei, porque gostei mesmo mt do que aqui encontrei.
walter

2:36 da tarde  
Blogger Teresa Calcao said...

Para ti querida papoilinha,sopro um beijinho cheio de amizade e carinho,e ao sabor do vento que pouse num cantinho do teu coracao......Es muito especial!!!!!
xo

10:58 da tarde  
Blogger Anita said...

Amiga querida viver... é chegar onde tudo começa!
Amar... é ir onde nada termina!
Viva... como se fosse cedo!
Reflicta... como se fosse tarde!
Sinta o que você diz... com carinho!
Diga o que você pensa ... com esperança!
Pense no que você faz... com fé!

Milhões de beijinhos e muito obrigado pela tua amizade amiga linda.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

8:50 da manhã  
Blogger Anita said...

Afasto a cortina
Como o sol faz à neblina
E vejo lá fora o cenário lindo para um novo dia
O palco está pronto

Para muitos hoje haverá riso, alegria,
A vida será uma comédia
Para outros haverá um drama pesado
Uma dor forte, uma grande tragédia

Ao cair da noite fecha-se a cortina
E desce a neblina sobre o dia cansado
O sol vai brilhar no outro lado
E em sonhos diferentes a vida se aquieta

Até que um outro dia rompe e desperta
Afasta a cortina
Levanta a neblina
E a cena começa

Beijinhos amiga e um abençoado dia.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

8:36 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home