terça-feira, janeiro 15, 2008

PRECE.

-"Acorda! Temos um dia de Sonhos inteiro pela frente... Anda, Anjo pequenino preciso de ti para soprar alegria pela Terra, dar cor as flores, brilho ao dia, melodia aos passaros, encher os rios com caudais de Amor... Levanta-te, o Homem precisa de Ti, sem o teu suave toque de Anjo ele nao sabe onde esta". - Anunciava a magica voz do Vento.
Pobre do Homem que se perde no marasmo dos dias e nem cor lhe sabe dar... Pobre do Homem que come sem se saciar, que bebe por imitaçao... Homem, tao pobre e o teu caminhar, deserto de sentidos, vazio de esperanças, na vil acumulaçao de desejos...
Desejos? Infeliz de quem vive de apegos, de quem nao se desprende dessa fome comum que nao conduz a lado algum... O Homem, o de Hoje vive por imitaçao, alimenta cada dia que passa os seus desejos, tamanha e a ilusao... Tao fragil e a carne! Tao fugaz os momentos... O Homem esqueceu-se que ha Anjos pequeninos a espera de fazer o Homem Sonhar, mostrar todos os lugares belos da Terra, todos os lugares puros no Ceu, que um dia ele podera alcançar...
Caminhas tao so, nesta Terra de Sonhos... Tao perdido... So ves dor. Sofres por nao saber que ha Anjos pequeninos que te poderao ajudar a crescer... Levanta-te Homem, de ti um Anjo pequenino podera nascer... Um Anjo pequenino, fruto do teu Ser? Ha Dadivas que so um Coraçao desperto conhece e sabe agradecer, saibas Sempre que onde quer que estejas estaras Sempre no meio do Universo e de Ti gestos grandiosos poderao aparecer, Anjo pequenino, fruto do Amor... Que assim seja, o que esta destinado a Ser...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home