segunda-feira, novembro 26, 2007

Epitafio do Amor.

Ha corvos que voam neste lugar onde estao sepultados os meus sentimentos. Quantos sentimentos por viver... Quantos momentos reprimidos... A falencia dos sentidos, as vezes leva-nos a parar, visitar lugubres pedras da calçada. Tantos pisaram este sentir e nada foi em vao! Quantas Almas se perdem por culpa da emoçao... Ha nas maos desse tirano, Tempo, ondas de um mar sem caudal, asas de uma ave que nao voa, petalas murchas de uma flor que nao teve cor... Quanto fica por dizer, gravado nesses degraus por onde todos passaremos uma so vez na Vida... A terra, o po, o cimento... Pouco resta das cinzas de um Ser que nao se encontra! A Saudade desgasta cada arteria desse orgao sublime que prende o sentir a emoçao... Pobres dos que caminham toda uma Vida a procura do Amor, do Afecto, de um gesto vao... Simples sao os que se sabem encontrar nas migalhas do pao... A Vida e uma epopeia de nadas, engenho de pormenores... Grava nessas arvores da Vida que abrigam o meu Ser um gesto, pequeno, humilde... Um gesto de prazer!
Quando as primeiras chuvas cairem sobre ti, lembra-te de tudo o que por medo, por negros veus, opacos momentos eu nao vivi...
Felizes dos que passam pela Vida e sabem esculpir um epitafio de gestos de Amor... A Herança de uma Vida, sonhada ou vivida, e um epitafio sem nome, sem rosto mas com valor. Nada me resta do que esse legado que tenho de cumprir: gravar no epitafio da Vida o que nao tiveste tempo de esculpir!

3 Comments:

Blogger Sereia Azul* said...

Quantos sentimentos por viver...quantos momentos reprimidos... Esta é uma realidade. Abençoados os que têm coragem de desafiar o destino e ir ao encontro do verdadeiro caminho da sua alma.

A vida passa por nós e quantos não cruzam os braços, choram as saudades do que não se viveu, aconchegam-se em lembranças imersas nas chuvas do sentir.

Gosto muito da forma como escreves, Papoila Sonhadora!
Tinha saudades de te ler...

Um abraço de brisa marinha

Sereia Azul*

7:20 da tarde  
Blogger Ana G (y_ana_g@hotmail.com) said...

Excelente blog.
Muita sensibilidade.
Adorei.

A proposito do comentário que deixou, aqui deixo o email da escitora

dimeve@oniduo.pt

12:15 da tarde  
Blogger Felipe Fanuel said...

Oi, menina!
Por onde andas?

3:30 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home