terça-feira, novembro 20, 2007

Caminhos,

Somos seres de Luz. Seres espirituais, nas asas do Vento a espera do encontro. As pegadas mais marcantes sao as invisiveis aos olhos fisicos. De Alma e corpo nus queremos beber a cicuta fatal quando o calice esta ainda vazio... Erguemos as maos num gesto de dança nupcial com a Vida, entregamos o nosso Ser nos olhos do outro, as nossas paixoes nas maos de quem ouve com o coraçao. Cada Homem tem dentro de si um diamante. A Vida e cheia de marcos que nos pintam por tudo aquilo que fazemos e pelo que deixamos de fazer... E ha em nos florestas onde escondemos o nosso inconsciente... Tudo se cumpre, contudo, no momento certo. A Terra e um local de passagem, e um mergulho em silencio ate ao fundo... E o corpo e nada, tudo e po nesta fatidica viagem astral pelas veredas da Vida. Saibamos dar sabor ao po e degustar cada fruto por inteiro porque uma metade nunca tem sabor... Quando durante sete dias e sete noites ouvires o som da chuva bater no teu coraçao e toda a agua que em ti circula nao souber onde desaguar, lembra-te desse caudal magico, dessa foz do rio Amar...
Todos os Caminhos tem coraçao a partir do momento que nos os percorremos, o primeiro coraçao e o nosso... Sera? E quando o Coraçao ja nao nos pertence? Continuamos a caminhada inospita para a evoluçao espiritual da Luz, sentindo o toque maravilhoso do cetim...

2 Comments:

Blogger Pepe Luigi said...

Belíssimo hino divino à vida!

Beijinhos

8:46 da tarde  
Blogger Cöllyßry said...

Verdade, mesmo quando o coração não mais exestir, a evolução continuará...que belo este caminho...

Bjca doce

6:06 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home