sábado, julho 21, 2007

Reino dos Sonhos,

"Estrangeiro, os sonhos sao verdadeiramente confusos, ambiguos e, para os homens, nem tudo se cumpre. Pois sao dois os portoes dos tenues sonhos: um e feito de chifre, e o outro de marfim. Os sonhos que passam atraves do cerrado portao de marfim enganam, trazendo promessas que nao se cumprem; mas os que saem pelo polido portao de chifre, esses se cumprem, para os mortais que os veem."
Penelope sobre o reino dos sonhos, Homero, Odisseia 19, 559-567
Ultrapassas a Imortalidade do Sentir, vives nas tabuas do Reino dos Sonhos, mergulhas nas quimeras com vontade de saborear o que o comum mortal nunca podera conhecer...
Uma gota de mar, foi o feitiço bastante para que tudo sintas ao teu redor, atribuis um valor exacerbado ao mais infimo pormenor, nao sabes o valor fixo de nada, vives preso nas teias do Sentir, esperas um tempo que ainda esta por vir... Promessas que o tempo faz, nunca ele as podera cumprir... Nao saberas que tudo o que ilude a Lua, vive para la do tempo, esta para la desse reino que e o Sentir? Mulher, quantas vezes te despediste dos acessorios, vestindo a pele que te cobre o Sentir? Quantas vezes ofuscaste o brilho da vela? Tens a tez dourada dos Sonhos que a Lua tece cada vez que o Amor ao mundo desce ... Porque teimas em esconder o teu olhar? Toda a nudez do teu Ser, empobrece a beleza do piano, enaltece a humildade do Sentir...
Digo-te que cada vez que tocas as teclas desse piano, as notas soltam arrepios, hinos de seduçao encantam todo o vazio que um Homem possa ter, devolves com a suavidade do teu Sentir, ao pobre miseravel que caminha a procura de Saber... Existira Alguem no mundo que possa esta tua dor, fazer desaparecer?... porque tu deusa dos encantos, sem a magia do Sentir nao podes viver,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home