segunda-feira, julho 16, 2007

A tenue linha do Branco.

"A verdadeira comunicaçao encontra-se para la das palavras... As ruinas e os lugares abandonados sao muitas vezes espelhos onde se reflectem certas partes de nos... Porque basta o seu espaço vazio para falar."
Elogio do Silencio, Marc de Smedt
Com a cabeça na almofada, deito o meu olhar e viajo com o coraçao pelos caminhos do vazio, trilhos de encanto que me ensinam a modelar o Ser... Gosto do branco porque ha nele contemplaçao, ha silencio e carinho, perfume de pagina vazia que pede autor, devolve-me as terras do sopro do Vento, de onde emana o Amor... O Amor e um vazio, uma pagina em branco, sopro de um vento do Norte, qual Boreas capaz de sacudir a poeira e conduzir-nos ao outro lado do rio... Vivemos imersos nesse caudal confuso que perturba o Ser Humano, sem apreciar a beleza do branco, imaculado olhar, tenue linha, sorriso sincero, sentimentos profundos retratados na imensidao branca de cada alva petala da Hidrangea do Amor... Com a cabeça na almofada vou ao encontro do Sonho e solto o eco de quem sente neve, flocos de neve que incitam a Sentir, um gelo que pede presença, um frio que necessita de aconchego, um carinho no meu rosto palido, rosto de actriz da Vida, prefacio de um autor... Viajo na Noite, sou Anjo que povoa o teu Sentir, voo ate onde os passaros nao chegam, mensagem pura de verdadeiro existir, nunca deixes um passaro do seu voo, leito do Sonho, sair...

1 Comments:

Anonymous anita said...

Lindinha já há um tempo que por aqui não passava apesar de não me esquecer de ti.
Venho deixar-te muitos beijinhos doces e desejar resto de abençoada semana.
Fica bem. fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

9:56 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home