quarta-feira, fevereiro 13, 2008

DESPEDIDA DE AMOR

Escolhi este dia para me despedir de Ti: o dia esta lindo! Nao gosto de despedidas, tu sabes... Sabes tudo sobre mim. Este e um dia feliz para ti, foi o dia em que Deus te colocou uma missao nas maos: começaste a amar-me. Ainda nao sabias que essas violetas do jardim sao dadivas do Ceu para mim, e certo ja nao mas podes oferecer mas elas ainda vem para minha casa, os atilhos dos raminhos ja nao sao os mesmos, so tu os sabias fazer... Esse perfume sem ti nao e o mesmo e as violetas murcham mais rapido. Podia ter escolhido outra fotografia, talvez as que tens no teu quarto mas quis que visses como estou agora, tirei esta fotografia e para ti. Estou com cor vermelha, a tua preferida... Choro e sinto que choras tambem, nunca me pudeste ver chorar, desculpa e muito mais forte do que eu, e tanta a vontade de te abraçar, enfim... Ja tratei dos tios, os teus irmaos estao bem, sabes que sempre farei tudo por eles... Ja me conheces, trato tao bem dos outros que me esqueço de mim, sempre fui e serei assim... Preciso de te dizer que ja sei tomar conta de mim, melhor, e que agora podes descansar para sempre. Ate porque eu so gosto de te ver sorrir, pena eu nao ser dona da Vida, ter-te-ia sempre perto de mim, mas estaras sempre aqui no meu coraçao, SEMPRE! Tenho uma grande novidade nao nao e um bebe e desculpa se um dia tiver uma menina nao se chamara Rosa, gostava muito mas tera o nome da minha mae. Mae e mae! A novidade e que tenho uma nova amiga fantastica, chama-se Ana e ajuda-me a sorrir. Sim, ja a levei a tua casa e sei que gostaste dela tambem!
Lembras-te que me penteavas para ir para a escola primaria, eu tinha de estar no degrau de baixo porque estava a crescer e ficava maior que tu? E um dia tinhas-me posto os ganchos com coraçoes amarelos no cabelo mas, durante o recreio começou a trovejar e como eram amarelos e me tinhas dito que os trovoes atraiam o ouro eu fiz uma ma associaçao porque para mim, naquela altura, so havia ouro amarelo... Perdi-os e quando cheguei a casa ja nao os tinha! Hoje sei que ha ouro de diversas cores e muito tipo de ouro, para mim as tuas violetas superam o ouro e continuam a crescer em tua casa. Outra coisa, so para te fazer rir, recordas que por azar eu tirava sempre as fotos da escola primaria quando levava aquele vestido de fazenda que eu detestava, tu so te rias quando vias as fotos! Ou quando ia convosco ao terço e adormecia e voces deitavam-me no banco da igreja enquanto toda a comunidade rezava, devia ser a unica rapariga da minha idade que ainda ia ao terço com as tias-avos!!!! Isto foi so para te fazer rir porque e assim que te quero ver partir. Eu ficarei bem, ja fugiram as lagrimas e se as vezes eu chorar, e batota! Dizem que sou especial, um Anjo, mas ca entre nos, as pessoas especiais tambem fazem batota... Desculpa a roupa que escolhi para a tua partida, estava tao mal que nem pensei e isso as vezes preocupa-me tanto... Mas, imagino-te com um vestido branco, pronto podes ter um cinto ou um lenço vermelho, tu e o vermelho!
Bem, vai la que eu tenho um dia lindo, um dia quando te vir vais ver que fiz tudo o que me pediste e sem a tua ajuda porque cresci... Porta-te bem. Gosto muito de ti, muito mesmo, MADRINHA.

8 Comments:

Blogger **Je Vois la Vie en Vert ** said...

Que bela homenagem deixaste para uma pessoa amada !
Eu tinha deixado no meu blog uma homenagem ao meu pai, que felizmente ainda está vivo, mas que vai envelhecendo cada vez que o vejo quando volto para a minha terra para visitar os meus pais. É esta mensagem que me custou mais perder quando perdi todo o conteúdo do meu blog no dia 10 de Fevereiro. São palavras sensiveis que nos vêm na altura e que não podem ser repetidas. Desculpa-me este desabafo mas quando entrei no teu blog para te avisar das mudanças no meu, não pude deixar de escrever isto depois de ler esta bela despedida de amor.
Beijinhos verdinhos

12:11 da tarde  
Blogger Teresa Calcao said...

Minha querida papoilinha sonhadora,
A tua beleza interior cativou-me desde o primeiro dia que te li....e garanto-te que a tua marca ficara para sempre...Es linda!!!!
As lagrimas correram,com esta "DESPEDIDA DE AMOR"....
Beijinho terno

12:13 da tarde  
Blogger Sereia Azul* said...

Tu és um anjo, Papoila!

Sente-se o perfume da tua alma em cada letra que escreves...respiras sensibilidade e transmites-nos uma paz abençoada!

Esta tua homenagem à tua madrinha comoveu-me mesmo muito...confesso que umas lágrimas se soltaram de mim...eu não consigo conter as emoções!

Sabes Sandra? Eu agora gostaria de olhar os teus olhos, dar-te um abraço e dizer-te que tens uma beleza interior imensa!

Obrigada pela tua presença aqui na net, és uma LUZ que nos acende por dentro.

Mil carinhos*

Sereia Azul*

9:44 da tarde  
Blogger Ana Caridade said...

As lágrimas escorrem pela minha face… com uma intensidade incrível! Não de dor… não sinto dor! Uma Paz… aquela que conhecemos… depois da saída da nossa Floresta e de volta à realidade mundana em que o chantilly e os morangos fizeram de ti um Anjo feliz!
Estes dias têm sido surrealistas… ou melhor, divinos na nossa vivência terrena!
Eu também sei que a Madrinha gostou de mim… SINTO que a nossa Hora é esta… para quê? Porquê? Ainda não sei… vamos sabendo todos os dias… e cada dia uma novidade, uma surpresa, uma revelação ou facto para a reflexão profunda!
É LINDA esta tua capacidade de libertação e de AMAR! Estás a ver… AMAS e PRONTO! AMAS só porque AMAS! E o nosso amigo tem razão! Também gostei de o ler, sabes? Também acho que tenho muito em comum… ele mais evoluído… mas irreverente como eu!
Estarei contigo… até o grande Mago “Tempo” nos permitir e até quando a nossa missão em conjunto tiver que ser. Não prometo eternidade física, nem existe… apenas uma eternidade em afecto e fusão neste voar em liberdade do pássaro sem amarras.
Beijocas de sempre

9:30 da manhã  
Blogger bono_poetry said...

ola papoila...nao esqueci...
que lindo...ver-te amar...
tantos meses e voltar para me encantar...mudaste o teu jardim...esta mais claro...reparei que o sol entra com mais suavidade...ja nao tem o maldito contraste...amei a tua carta...ate ja papoila...que bom voltar ao teu jardim...beijo

2:32 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

sempre com um bom coracao de ouro
olha que eu tambem nao sei as cores do ouro mas sei que o seu coracao e de todas as cores que possa imaginar e vale muito mais que o ouro enfim um coracao do tamanho do mundo

12:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"Eu também sei que a Madrinha gostou de mim…"

Sem palavras
SANDRA FERREIRA

3:56 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Eu quis postar sobre algo assim na minha página e você me deu uma idéia. Cheers.

11:40 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home